Acesse o site da Rede Record!
Data de publicação: 30/06/2014 - 21h05

Mulher defende filha e é assassinada por genro

O assassino está foragido e família teme que ele volte para acabar o que começou

da redação da TVB Record Campinas
do SP Record

Uma mensagem de voz enviada para o grupo da família revela a voz de um homem que confessa o crime que tinha acabado de cometer. Inconformado com o fim do casamento, Willian Ferreira de Azevedo invadiu a residência da sogra para atentar contra a vida da própria mulher, Eliana, que há poucas semanas tinha ido junto com os dois filhos do casal, morar com a mãe dela numa casa em Mogi Guaçu.

Lá, Eliana tentava reconstruir a vida longe do homem que ainda suportou viver por 18 anos. Mas Willian não a deixava em paz. Ele sempre ia ao endereço constantemente ameaçar a mulher, caso ela não voltasse para ele. No dia do crime o homem aproveitou o momento que um dos filhos dele destrancou o portão para ameaçar ele com uma arma e invadir a casa. Lá dentro Willian se deparou com a sogra que tentou desarmá-lo, mas ela ele reagiu e disparou contra ela que foi atinginda com um tiro no olho esquerdo. Em seguida ele atirou contra a esposa que estava no quarto e tentou raptar os filhos, mas não conseguiu. As duas vítimas foram levadas para Santa Casa de Mogi Guaçu, a mulher que levou um tiro na boca, conseguiu se salvar, mas a mãe de Eliana não resistiu e morreu.

Após o crime o Willian ainda enviou uma outra mensagem de voz fazendo ameças contra o irmão de Eliana. O assassino está foragido e agora a família de Eliana está amedrontada e teme que ele volte para acabar o que começou. Veja os detalhes do caso na reportagem de Ana Paula Palazi.

 














Você é o repórter

Você presenciou um acontecimento importante em sua cidade? Flagrou e bateu uma foto de um fato interessante?

Envie sua notícia
Envie suas sugestões de pautas