Acesse o site da Rede Record!
Data de publicação: 30/06/2014 - 20h49

Assassino de filha e ex-mulher e maníaco sexual continuam soltos

Dois dos 3 criminosos mais procurados da região ainda estão soltos

da redação da TVB Record Campinas
do SP Record

A forma fria e calculista com que cometeram crimes bárbaros, fizeram três homens terem em comum, o temor da sociedade que está amedrontada por dois deles ainda estarem soltos nas ruas.

5 de maio
Em Hortolândia, um ex-marido inconformado com o fim do casamento decide matar a facadas a ex-mulher e a filha do casal, de apenas 3 anos. Silvério Lúcio Ribeiro estava separado há 2 anos e se fazia de amigo da ex-companheira com a justificativa de ficar mais perto da filha, mas tudo não passava de uma grande armação. Durante uma discussão Silvério esfaqueou a ex-mulher até a morte, sequestrou a filha levando-a para a cidade de Ibatuba e lá matou a garotinha da mesma cruel. Desde então o paradeiro do assassino ainda é desconhecido. 

22 de maio 
Na zona rural da cidade de Elias Fausto um maníaco sexual ataca uma funcionária pública de 42 anos, por volta das 05h30 da manhã, quando ela se dirigia ao trabalho. A mulher foi levada para um canavial e estuprada. Em diligência no local, a polícia encontrou placas de um veículo que havia sido roubado pelo assaltante-tarado em Indaiatuba, onde também atacou sexualmente uma mulher e a sobrinha adolescente. Ainda próximo ao local do estupro, os policiais encontraram uma casa abandonada que era usada pelo tarado. Lá ele guardava roupas íntimas de vítimas e marcava numa das paredes os ataques cometidos.Desde então as polícias de Elias Fauto e Indaiatuba trabalham nas buscas pelo estuprador, mas até agora ele está foragido.

19 de junnho
Em Jarinú, um tio que agride e estupra a sobrinha de 12 anos e que bate no irmão dela, um garotinho de apenas 1 ano e 8 meses, atingido com vários socos. Os dois foram encontrados pelos pais que chegavam em casa depois de mais um dia trabalho. Os irmãos estavam sozinhos, sangrando e caídos no chão quando foram levados às pressas para o hospital. Mas, para um deles seria tarde demais. O menino não resistiu aos golpes e morreu no hospital da cidade. Já a garota foi internada em estado grave. O homem não atende mais as ligações do celular e a polícia continua à caça do criminoso.  

Veja na reportagem especial de Ana Paula Palazi como estão as investigações desses crimes bárbaros que chocaram não só a região, mas todo o país.

 














Você é o repórter

Você presenciou um acontecimento importante em sua cidade? Flagrou e bateu uma foto de um fato interessante?

Envie sua notícia
Envie suas sugestões de pautas