Acesse o site da Rede Record!
Data de publicação: 25/06/2014 - 21h47

A intolerância que acabou em tragédia

Morte de dona de casa assassinada por vizinho completa uma semana

da redação da TVB Record Campinas
do SP Record

Na casa o vazio. A palavra lar parece não fazer mais sentido para Arnaldo, o marido que por 43 anos viveu ao lado da mulher com quem teve 4 filhos. E foi nos braços de um desses filhos que Ednalva da Silva Reis deu o último suspiro.

Atingida por um tiro de espingarda calibre 32 milímetros, foi Kenetty, único filho homem de Ednalva quem segurou a mãe e amorteceu a queda dela quando, desfalecida caiu nos braços dele já sem chances de sobreviver.

Há uma semana a família que mora em Itatiba foi surpreendida por um vizinho descontrolado que chegou atirando em todos que via pela frente logo após a partida entre Brasil e México. O barulho das bombas e fogos de artifício usados pela família no dia teriam sido o motivo de Élzio Donizete Xavier ter efetuado os disparos que, além de matar Ednalva, também feriram o filho e um neto dela de 13 anos. 

O vizinho assassino foi preso em flagrante. Na casa dele, a polícia encontrou várias munições de fabricação caseira. A briga entre Élzio e a família de Ednalva é antiga. Pelo menos 3 boletins de ocorrência foram registrados contra ele nos últimos 6 meses. O atirador está detido no Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista. O repórter Pedro Simon Camarão esteve no local onde tudo aconteceu e conta a história de um crime chocante, motivado pela intolerância que acabou numa grande tragédia.

 














Você é o repórter

Você presenciou um acontecimento importante em sua cidade? Flagrou e bateu uma foto de um fato interessante?

Envie sua notícia
Envie suas sugestões de pautas